Você está lendo:
Terapia de casal: quando é indicado? Vale a pena?

A terapia de casal tem se tornado cada vez mais comum entre os casais atuais e que sabem a importância de contar com um suporte especializado, quando necessário.

Há algum tempo atrás ainda haviam alguns tabus sobre esse tipo de tratamento, visto que até mesmo a nossa própria cultura nunca o incentivou muito.

Mas hoje, as eficácias são mais do que comprovadas e quem opta pela terapia de casal, só colhe benefícios! Saiba mais!

O que é a terapia de casal

O que é a terapia de casal
O que é a terapia de casal

Terapia de casal é um tratamento psicológico oferecido por profissionais da área da psicologia, que visa apoiar o casal a superar crises no casamento ou até mesmo, a ampliar a visão que ambos têm da relação, para que a mesma possa ser aperfeiçoada.

Há alguns grupos de instituições religiosas que também costumam oferecer atividades que funcionam como uma terapia de casal e que da mesma forma, podem proporcionar muitos benefícios para o casal.

No entanto, a terapia propriamente dita, é oferecida por profissionais da área da psicologia.

De modo geral, a terapia consiste em encontros regulares com o terapeuta, no qual o casal expõe seus problemas, sentimentos, dificuldades, medos, preocupações, expectativas, enfim, tudo o que o profissional precise saber para compreender a situação a ser tratada.

Assim, ele é capaz de direcionar o casal para o que precisa ser tratado de modo a melhorar ou até mesmo, salvar a relação. Sessões de psicanálise, atividades para o dia a dia, sessões individuais, etc., podem fazer parte do processo.

-> Confira dicas de livros sobre relacionamento

Origem da terapia do casal e aconselhamento matrimonial

Entre os anos 1929 e 1932 foram fundados os três maiores institutos clínicos de aconselhamento matrimonial da época, embora já houvesse a prática informal desse tipo de tratamento, por pelo menos cinco anos.

Durante esse período, a terapia de casal não era tão profissional, ou seja, não era vista como uma terapia, de fato.

Nela era utilizada uma abordagem mais informal, por pessoas de diferentes formações, sendo elas guiadas pelo “bom senso” de cada uma e até por suas próprias experiências e opiniões.

Para essas pessoas, o aconselhamento matrimonial representava uma atividade auxiliar de sua principal profissão, quase como um caminho para apoiar outras pessoas.

Eram esses “conselheiros matrimoniais”: clérigos, médicos e educadores; que procuravam auxiliar os jovens casais a lidar com as dificuldades e adaptações da vida conjugal.

Na maior parte das vezes, o auxílio vinha em forma de esclarecimento das diferenças biológicas dos sexos, das dificuldades da vida a dois, das expectativas da sociedade, etc.

Assim, não havia intenção de cultivar a terapia de casal como uma atividade ligada à área da saúde, nem havia a preocupação em formar profissionais para lidar com problemas conjugais mais graves ou até mesmo quadros psiquiátricos.

Uma característica curiosa, é que nessa época, nos atendimentos das terapias de casal as sessões eram realizadas com o casal separado.

Foi somente no final de 1963 que a terapia de casal se tornou uma área específica do tratamento psicológico e que o atendimento começou a ser com o casal.

Ainda assim, no decorrer dos anos seguintes, esse tipo de terapia foi difundido aos poucos, ganhando mais popularidade nos últimos anos.

Como funciona a terapia de casal

Como funciona a terapia de casal
Como funciona a terapia de casal

Se você já fez terapia em algum momento da sua vida, você já sabe como funciona. A terapia de casal funciona da mesma forma que a terapia individual, com a diferença de que as sessões são feitas em casal.

Pode ser que o terapeuta solicite conversas individuais, dependendo do tema a ser tratado. Mas de maneira geral, o casal leva até o terapeuta os problemas que têm enfrentado na relação ou problemas individuais, mas que tem impacto na relação.

O terapeuta entende o cenário e, a partir disso, inicia o tratamento em sessões na qual ele atua com iniciativas como:

  • o direcionamento de novas atitudes para o casal,
  • ajuda na percepção de pontos a melhorar ou desenvolver,
  • apoio à superação de traumas,
  • sugestão de exercícios para aproximar o casal e
  • aumentar a empatia entre ambos, e muito mais.

Qual o papel do terapeuta de casal?

O papel desse terapeuta é entender a situação vivida pelo casal, conhecendo mais sobre o comportamento de cada um e, a partir disso, estabelecer linhas de raciocínio que expliquem a situação que estão passando e que demonstrem os caminhos de melhora e aprimoramento.

O terapeuta de casal deve ser imparcial, tendo o cuidado de tratar os problemas do relacionamento. Assim, o terapeuta de casal não é um juiz, que determina quem está certo ou quem está errado.

Mas sim, alguém apto a entender os entraves emocionais ou comportamentais, além de fatores externos, que tem impactado negativamente a relação.

Quando iniciar a terapia de casal?

terapia de casal
Quando é iniciada a terapia de casal?

Não existem uma hora certa para apostar na terapia de casal. O mais comum é que o casal procure por terapia quando se dá conta de que sozinhos já não conseguem mais se entender, mas querem lutar pela relação, restaurar o casamento.

No entanto, há alguns sinais que podem te servir como alerta de que a terapia pode ser uma ótima ideia para vocês! Confira!

1. Brigas em excesso

Todo convívio passa por momentos de altos e baixos. Pode ser aquele dia que vocês acordam de mal humor, as roupas espalhadas pelo quarto que te incomodam ou o cachorro que você quer ter e seu companheiro, não.

Enfim, no dia a dia, sempre podem acontecer coisas que desagradam um ou outro.

Até aí, tudo bem! Isso faz parte de qualquer relacionamento. Inclusive as discussões de cotidiano, fazem parte do convívio. O que não é normal na vida de casada é o casal viver em pé de guerra, brigando o tempo todo, por qualquer motivo.

Se você percebe que seu relacionamento anda assim, ao ponto de vocês mal se tolerarem mais, procurar uma terapia de casal pode ser de grande ajuda.

2. Chegada em um filho

A chegada de um filho muda totalmente a vida do casal. A rotina muda, as prioridades, a maternidade, as preocupações, enfim, tudo muda.

Com isso, o casal pode acabar se desentendo com frequência e o apoio de um terapeuta pode ser necessário. Além disso, a chegada de um filho pode acarretar anseios e inseguranças nos pais de primeira viagem, e um terapeuta pode orientá-los sobre essa nova fase.

3. Divergências e problemas financeiros

Problemas financeiros é uma das causas mais comuns de desentendimento entre os casais. Às vezes, pode ser que ambos não tenham os mesmos objetivos, como quando um quer economizar para aquisição da casa própria e o outro prefere usar o dinheiro com viagens e curtição.

Ou então, pode ser que o casal acabou se endividando e, por não conseguir arcar com as despesas, acabam se desentendendo com frequência.

Seja qual for o tipo do problema financeiro que vocês estejam passando, se isso estiver atrapalhando a relação, procure por terapia de casal.

4. Problemas sexuais

Se o casal passa por algum problema sexual que não é possível resolver com a ajuda de um médico, pode ser necessário recorrer a um terapeuta.

Alguns casos como baixa autoestima, traumas ou estresse; podem acabar impactando no desempenho sexual e, um terapeuta pode ajudar com esses problemas emocionais.

5. Distanciamento do casal

Infelizmente, com a correria do dia a dia, o casal pode acabar se distanciando. Muitas vezes, temos tanto o que fazer que acabamos ficando cansados e deixando de lado coisas básicas que podem ajudar a manter a paixão acesa.

Com o passar do tempo, se isso se torna um hábito o casal tende a se distanciar. Não há como manter um relacionamento feliz se não há uma boa interação entre o casal. Portanto, se perceber que o relacionamento anda “frio”, procure por terapia e também a sair da rotina.

6. Perda de entes queridos ou mesmo aborto

Perder um ente querido sem dúvidas é uma das situações mais traumáticas que um ser humano pode passar. Se estivermos falando então de um filho, desejado e amado desde a concepção, essa dor é incalculável.

Não preciso nem explicar muito sobre o quanto um terapeuta pode ser importante para ajudar o casal a superar uma situação desse tipo.

7. Dificuldades em se relacionar com a família do parceiro

Problemas de relacionamento familiar são bem comuns. Mas nem por isso, as pessoas precisam viver em pé de guerra como se fosse normal, e deixar de procurar ajuda.

Se você tem problemas com a família do marido ou ele com a sua, não hesitem em fazer terapia de casal.

Você também vai gostar deste texto!
casamento

Vocês não sairão das sessões amando incondicionalmente as pessoas com as quais tem dificuldades para se relacionar, mas certamente aprenderão a ser mais tolerantes, resilientes e a dar menos importância para algumas coisas, blindando o relacionamento de vocês.

8. Problemas de comunicação

Aprender a conversar é muito importante para qualquer relacionamento. Muitas vezes pensamos que sabemos expor nossas opiniões, ideias e críticas; da melhor maneira, mas nem sempre isso é uma realidade.

Além disso, saber ouvir o outro é tão importante quanto ou mais, do que saber falar de maneira adequada.

Muitas vezes acabamos nos “auto sabotando” pelo simples fato de não saber usar as palavras certas, nas horas certas.

Uma boa terapia de casal pode fazer verdadeiros milagres pela comunicação do casal.

9. Traição ou comprometimento na confiança

Quem já passou por uma traição sabe bem o quanto isso pode ser terrível não apenas para o relacionamento, mas para a pessoa traída, de maneira geral.

Quando a confiança entre o casal passa por problemas, é muito difícil seguir em frente sem ajuda especializada de um terapeuta.

Não hesite em procurar um terapeuta se o seu relacionamento sofre as dores de uma traição ou se a confiança entre o casal está abalada.

Afinal, terapia de casal vale a pena?

terapia de casal
Terapia de casal vale a pena?

Acredito que esses exemplos que eu trouxe aqui, de motivos para procurar um terapeuta, sejam suficientes para provar o quanto vale sim a pena, recorrer a um profissional, quando se está passando por dificuldades no relacionamento.

Muitas vezes, acabamos nos vendo em situações aparentemente impossíveis de resolver, pois, sozinhos, não conseguimos enxergar uma saída.

Não tenha vergonha e não seja resistente em buscar uma terapia de casal, se necessário. Tenho certeza que você vai se surpreender com os benefícios que ela pode trazer!

Sugestão de leituras para casais em crise

Sem dúvidas a terapia de casal é uma excelente ideia para quem percebe que seu relacionamento precisa de cuidados e não sabe exatamente o que deve fazer para melhorá-lo.

Mas se você gosta de ler, também posso te indicar ótimos livros sobre relacionamento para dar uma mãozinha a mais para a sua relação! Confira:

  • Por que os homens mentem e as mulheres choram? (por Allan Pease): Entenda de maneira lógica, porque homens e mulheres são tão diferentes em alguns aspectos. Essa leitura vai te ajudar a entender as crises de casal e saber lidar com os problemas de forma mais tranquila, entendendo o por que alguns dos desentendimentos do cotidiano são comuns e fazem parte da nossa natureza;
  • O jogo do convívio (por Ilie Gilbert): Se você tem percebido que as conversas já não fluem mais, simplesmente porque um sempre acusa o outro e, assim, acabam não chegando em lugar nenhum; você deve ler esse livro. Ele ajuda a desvendar o porquê responsabilizar o outro acaba sendo mais fácil e corriqueiro e te faz descobrir caminhos para se relacionar de maneira diferente e sair da crise;
  • Conversas cruciais: ferramentas para dominar qualquer conversação (por Kerry Patterson e Joseph Grenny): Embora não seja um livro que trata de relacionamentos amorosos em si, esse livro revela muitas dicas interessantes sobre como ter uma conversa importante, ensinando técnicas para você aprender a ter “DRs” com mais qualidade e resultado. Não brigue mais! Aprenda a conversar sério e com qualidade.

-> Confira mais dicas de livros sobre casamento seja para melhorar, seja para crises, para inspiração.

Conclusão: procurar ajuda quando necessário, é sempre importante!

terapia de casal

Se você tinha alguma dúvida sobre o quanto a terapia de casal pode ser uma excelente ideia para ajudar a melhorar ou salvar o seu relacionamento, espero que com esse conteúdo, eu possa ter ajudado.

Eu e meu esposo, que estamos juntos há mais de 16 anos entre namoro e casamento, já fizemos terapia individualmente e em casal, e defendo a ideia do quanto é importante contar com a experiência e o conhecimento de alguém que sabe interpretar os nossos sentimentos, pensamentos e ações; de uma maneira que não somos capazes de fazer sozinhos.

Isso pode ajudar e muito a nossa compreensão sobre muitas coisas!

Por isso, não deixe de usar esse conteúdo a favor do seu relacionamento! Se você sente que a terapia de casal pode ser uma solução, não deixe de tentar!

Além disso, se você tiver dúvidas, comentários ou sugestões sobre o conteúdo, não deixe de escrever aqui!

Ticinha Medeiros

Gostou? Te ajudei? Aprendeu algo? Seja sincera...
Aprendendo com a Tici
0
Emocionei!
0
MTO AMOR
0
Não gostei :(
0
Pensativa...
0
Ver comentários! (0)

Entre na conversa... Comente também!

Your email address will not be published.

Esposas Online por Ticinha Medeiros — Copyright © Todos os direitos reservados.

← Rolar para o topo